• Bryan Mello

Currículos Impossíveis de serem ignorados

Atualizado: Abr 9


Ter um trabalho no Brasil, é um privilégio que a maioria não tem. Só no ano de 2020, o Brasil registrou um número assustador de cidadãos desempregados, são mais de 13,4 milhões de brasileiros sem um trabalho atualmente. Ou seja, não é só para você que a situação está feia, existem muitas, mas muitas pessoas na mesma situação que você se encontra hoje, desempregado.


Diante desse cenário vivido, você ter uma faculdade no currículo ou estar cursando uma, não te coloca em tanta vantagem competitiva como antigamente, principalmente se você não souber aproveitar e não tiver muita experiência na área. Isto acontece porque a concorrência por qualquer vaga é tão grande hoje em dia que até mesmo as pessoas com graduação completa e instruídas para trabalhar em grandes empresas, estão sendo obrigadas a procurar trabalhos comuns como caixas, atendentes, vendedores; e empregos onde não é requerido uma formação específica. Se não é necessária nenhuma formação, uma faculdade não é um grande diferencial e não vai te colocar em vantagem competitiva.


Por conta de toda essa concorrência, preparar um currículo impossível de ser ignorado já te dá pelo menos 30% mais chances de conseguir ser chamado para uma entrevista.


Olhando o seu currículo hoje, você acha que ele está atrativo para as empresas?

Ele está atualizado? Ele é bem objetivo?


Se sua resposta para pelo menos uma pergunta dessas foi um não, eu te convido a aplicar todos os ensinamentos que vamos te passar aqui embaixo. Eu tenho certeza que você será chamado para uma entrevista logo logo.


1 – Comunicação: Clareza e objetividade


Quando uma empresa abre vagas para novos trabalhadores, uma penca de currículos chega todos os dias sobre a mesa dos gestores de RH. Com tantos currículos diferentes, fica impossível você ler todos com atenção e escolher um a um, por isso que o seu currículo deve ser muito claro e objetivo para quem lê. O recrutador deve olhar para ele e entender de cara qual é a sua área de atuação, suas experiências profissionais, habilidades complementares e seu objetivo como profissional. Sempre com muita clareza.


Agora, se chegam tantos currículos na mesa desses recrutadores, qual critério é usado por eles em uma primeira análise desses currículos?


Alinhamento de perfil profissional

Cada vaga requer um perfil profissional e habilidades especificas, logo, se você não tem alguma dessas habilidades ou características, você está fora.


Conseguido um novo emprego

Habilidades complementares

Com certeza, os candidatos que possuem um conhecimento mais aprofundado em outra língua serão vistos como diferentes dentre os outros. Apesar do cargo não necessitar outro idioma, essa habilidade é muito bem vista, pois o recrutador vê você como um potencial funcionário de longo prazo e isso é bastante positivo nessa primeira impressão.


Falar inglês é fundamental para se destacar

Redes Sociais

Hoje, cerca de 70% dos entrevistadores conferem as redes sociais dos candidatos antes de uma entrevista, portanto, se você só tem fotos em festas, bebendo, fumando e em festivais, saiba que quem está te entrevistando provavelmente sabe disso e você já perdeu alguns pontos. A grande sacada aqui, é utilizar as suas redes sociais a seu favor e postar também suas aspirações profissionais, divulgar o seu trabalho e sua carreira. Isso é de extrema importância e além de tudo, pode fazer a diferença na hora de ser chamado para uma entrevista.


Recrutadores procuram redes sociais de candidatos

Agora que você já sabe dessas coisas, faça um currículo bem objetivo, evite colocar textos grandes, simplifique ao máximo tudo o que você quer transmitir para quem está lendo, SEJA CLARO E OBJETIVO. Coloque suas principais habilidades e experiências relevantes em destaque para que não passe despercebido e lembre-se que você está se vendendo e precisa passar muita autoconfiança e autoridade na área daquela vaga.



2- Colocar foto ou não colocar foto no currículo?


Candidato sendo aprovado

Essa é uma pergunta bastante comum na hora de preparar um currículo impossível de ser ignorado, colocar foto ou não colocar?


Na realidade, depende...


Existe um apelo social para que não se coloque fotos no currículo por conta da forte discriminação que existe aqui no Brasil, assim a vaga será decidida a partir das habilidades e o perfil profissional apresentado pelo candidato e não por sua aparência física.


Porém, sabemos que muitas empresas pedem para que os currículos sejam enviados com foto no corpo, por isso, haja de acordo com o que é pedido pela empresa.


Se você está concorrendo à um emprego no qual você considera que a aparência possa ter alguma relevância mais direta, coloque foto se a empresa não especificou.


Caso você opte por colocar uma foto, qual foto devo colocar? Veja algumas dicas:


Pose: Nem pensar em selfie e fotos que postaríamos nas redes sociais. O mais indicado é uma foto estilo 3x4, ou seja, dos ombros pra cima e se quiser, sorriso no rosto.

Fundo: dê preferência a um fundo mais neutro, que não chame mais atenção do que você.

Roupas: evite decotes e muitas estampas, seja discreto.

Acessórios: bom senso é essencial, por isso evite acessórios que chamem muita a atenção.

Maquiagem: Equilíbrio é fundamental. Caso opte por maquiagem, escolha algo mais natural e sem exageros.


3 – Formatação


Modelo de currículo atrativo

Para que seu currículo seja muito atrativo para as empresas e não seja ignorado de nenhuma forma, é preciso seguir um passo a passo de formatação visual e também seguir a ordem das informações que serão inseridas nele. Para te ajudar a conseguir uma entrevista o mais rápido o possível, eu vou deixar aqui 1 modelo de currículo que segue a todos os padrões visuais e a formatação de informações na ordem certa, para que você consiga fazer que o seu currículo seja impossível de ser ignorado.


Agora, eu vou te mostrar qual a ordem e o que deve ser colocado em cada espaço do seu currículo e que vai fazer toda a diferença para uma comunicação eficiente com os recrutadores.


1. Dados Pessoais: Considerando que o currículo é uma apresentação sobre você, a primeira informação que os recrutadores querem saber é quem você é, e onde ele pode te encontrar. Coloque, portanto, os seus dados pessoais: seu nome completo, e-mail, telefone e endereço.


2. Objetivo Profissional: Para te conhecer melhor, o recrutador deseja saber qual seu objetivo profissional. Em outras palavras, esse é o momento em que você fala para qual cargo está se candidatando. Ao decidir sua função, seja específico e coloque apenas uma opção de cargo. Por exemplo, coloque Coordenador Contábil ao invés de algo amplo como Área Financeira.


3. Experiências Profissionais: Depois de descrever o objetivo, é importante listar as experiências profissionais que você possui, sempre da mais recente para a mais antiga (coloque pelo menos as 3 últimas para não ficar muito grande).


Se você não ficou por mais de 2 anos em uma mesma empresa, evite colocar data de entrada e saída dela pois isso pode ser bem relevante em um processo de decisão. Caso você não tenha nenhuma experiência na área da vaga, coloque atividades extracurriculares que podem preencher essa lacuna da experiência e não deixá-la vazia.


Ex: Capitão do time campeão dos jogos estudantis de Petrópolis.


4. Formação Acadêmica: Coloque a sua formação acadêmica com as datas e a duração de cada curso. Este é o espaço para detalhar suas competências, então, se você tem uma competência de destaque, diferente de outras pessoas comuns, você deve deixar essa competência bem clara e usar isso a seu favor.


5. Idiomas: Dependendo da posição para a qual você está se candidatando, essa informação pode ser a primeira coisa que um recrutador vai procurar no seu currículo. Coloque os idiomas que você realmente conhece (fala, lê, escreve) e especifique o nível de fluência. Inglês e Espanhol são os mais requisitados pelas empresas, porém dominar outras língua como o Francês, Mandarim ou Alemão também são de extremo valor.


6. Cursos extras e trabalhos voluntários: Caso seu currículo esteja dentro de um limite de 2 páginas e haja um espaço sobrando, coloque também os trabalhos voluntários, cursos extras e algumas referências profissionais. Essas informações serão, em alguns casos, o que te diferenciará dos demais candidatos. Caso não haja espaço sobrando, sem problemas: deixe para falar desses detalhes durante a entrevista.


Modelo de currículo – Clique para baixar


Esses foram os 3 pontos mais importantes para que você consiga criar o seu currículo e ele ser impossível de ser ignorado. Aplicando os ensinamentos desse post e entregando os currículos nos lugares da sua área e que você deseja trabalhar, com certeza você será convidado para uma entrevista e conseguirá um emprego dentro da sua área de atuação.


Vou deixar aqui algumas outras dicas complementares que vão te ajudar a fazer um currículo ainda melhor:


  • Se comunique com muita clareza e objetividade (peça para que outros leiam e deem feedback);

  • Priorize as informações que são mais essenciais;

  • Atenção a gramática e erros de português;

  • Cuidado com termos técnicos demais;

  • Transforme textos em listas para facilitar a leitura;

  • Seja sempre sincero e honesto;

  • Conheça mais sobre a empresa que você está enviando o currículo;

  • Encha seu currículo de cursos profissionalizantes, especializações e treinamentos;

  • Evite colocar sua pretensão salarial;

  • Foque em resultados;

  • Procure por vagas que se encaixam com seu perfil profissional.

Conta pra gente


Obrigado pela leitura e boa sorte com as entrevistas. Mais posts sobre mercado de trabalho e outros assuntos no nosso blog.


Connections, o mundo espera por você!


Siga-nos em nossas redes sociais:


@CursoConnections

www.facebook.com/cursoconnections

Posts recentes

Ver tudo

Instituto Connections de Educação Ltda Me

Estrada União e Indústria, 12285 - Itaipava,

Petrópolis - RJ, 25730-770, Brasil

Empresa Brasileira fundada em 2004.